Atualização do cadastro Caixa Tem: Como atualizar os dados?

É bastante comum que os benefícios sociais exijam atualização de seus cadastros, porque a condição das pessoas muda e assim eles podem acabar saindo das regras mínimas para receber. Para tentar reduzir o número de beneficiários do auxílio emergencial, a Caixa solicitou a atualização do cadastro Caixa Tem.

Afinal, já havia sido avisado pelo governo federal que o número de beneficiários seria reduzido. O governo pretende retirar do pagamento dessas novas parcelas pessoas que, por exemplo, já conseguiram um emprego desde o último pagamento e agora não precisam mais do valor.

Além disso, é pretendido que sejam removidas pessoas que desde o começo não necessitavam do auxílio emergencial. Mas, por algum motivo se inscreveram com informações falsas, ou devido algum erro no sistema acabaram recebendo o benefício.

No entanto, para quem tem direito a receber e precisa do valor, deve ficar atento para não perder a data da atualização do cadastro Caixa Tem.

Leia também:

Atualização do cadastro para receber o auxílio emergencial

Nova rodada o auxílio emergencial terá saque no caixa eletrônico

Como funciona a atualização do cadastro Caixa Tem?

No dia 11 de março de 2021 foi anunciado pela Caixa Econômica Federal que deverá ser feita uma atualização do cadastro Caixa Tem. Nesse dia também foi divulgado o calendário de atualização de cadastro dos beneficiários do auxílio emergencial e dos demais usuários do aplicativo Caixa Tem.

Segundo a Caixa a atualização será feita de maneira exclusiva através do aplicativo Caixa Tem. E será uma atualização cadastral que vai ocorrer de maneira escalonada. O que significa que vai ser realizada conforme o mês de aniversário do usuário do Caixa Tem.

Por isso, no mesmo dia foi divulgado um calendário para a atualização do cadastro. É fundamental que a atualização seja realizada para que possa receber seus benefícios. As datas ficaram da seguinte forma:

  • Nascidos em janeiro e fevereiro atualização liberada quinta-feira, 11 de março;
  • Nascidos em março e abril atualização liberada sexta-feira, 12 de março;
  • Pessoas nascidas em maio e junho, liberada atualização na segunda-feira, 15 de março;
  • Nascidos em julho e agosto, liberada atualização na terça-feira, 16 de março;
  • Aqueles que nasceram setembro e outubro atualização liberada na quarta-feira 17 de março;
  • Por último nascidos em novembro e dezembro, liberada atualização na sexta-feira 18 de março.

É muito importante estar atento às datas para não perder o prazo e assim poder realizar a atualização. Afinal, são muitas as pessoas que estão precisando dos valores para conseguir se manter financeiramente. Logo, perder o acesso ao benefício por perder o tempo da atualização do cadastro Caixa Tem não é um erro que possa ser cometido.

Veja como atualizar

A atualização vai ter que ser realizada pelo próprio celular e não comparecendo a uma agência. Como foi explicado antes é importante que você esteja ligado nas datas para saber se já está liberado para fazer a atualização.

Em suma, segundo a Caixa Econômica Federal permitir que os usuários realizem a atualização do cadastro Caixa Tem somente pelo celular é para a comodidade do cliente e para a sua segurança visto a pandemia de Covid-19. No entanto, o procedimento não é muito complicado, basta fazer o seguinte:

  • Comece acessando o aplicativo Caixa Tem, na data correta conforme calendário explicado acima;
  • Então acesse a conversa “Atualizar seu cadastro”;
  • Em seguida preencha todas as informações solicitadas corretamente e então envie a documentação exigida, como fotos e documentos pessoais.

É importante conferir todas as informações para evitar qualquer problema futuro, pois como o governo quer evitar qualquer tipo de fraude, caso você informe algo errado eles podem cancelar seu benefício injustamente. Então é imprescindível que você esteja atento quando for realizar esse procedimento de atualização do cadastro Caixa Tem.

Novidades do Auxílio Emergencial

Existem diversas novidades especuladas para o novo auxílio emergencial. Segundo Paulo Guedes, atual Ministro da Economia, o auxílio emergencial vai ter três novas possibilidades de valores que vai depender da composição familiar para determinar qual valor será recebido.

Assim, as famílias que são compostas por somente um integrante vão receber R$ 175,00. Enquanto famílias com duas pessoas ou mais que é a maioria dos casos vai receber R$ 250,00. E o último caso será aquelas famílias onde a mulher é o chefe do lar, nesse caso irão receber R$ 375,00.

O governo federal também já confirmou que o benefício será pago em quatro parcelas. Que devem começar a ser pagas ainda neste mês de março e ir até o final de junho. No entanto, como o valor ainda não foi pago, caso ele venha a ser pago somente em abril é possível que o calendário de pagamento seja alterado.

Também é pretendido pelo governo reduzir o número de beneficiários do auxílio emergencial. Em 2020 foram cerca de 68 milhões de pessoas que tiveram pago as suas parcelas do benefício, mas em 2021 o governo prevê pagar o auxílio para somente de 40 a 46 milhões de pessoas. Deve-se levar em conta que serão incluídos nesses números os 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família.

Deixe um comentário